POLÍCIA

Contabilista é preso após torturar e jogar gasolina na própria esposa no Piauí

O acusado foi preso em flagrante dentro da residência, mas foi liberado após audiência de custódia.

20/12/2019 - 18:12

Uma mulher identificada pelas iniciais E.S.M.A, 38 anos foi torturada , estuprada e mantida em cárcere privado por seu marido durante uma semana dentro de sua residência, no município de Altos.

Segundo informações, a vítima foi resgatada pela polícia após receber uma visita se seu pai e durante um descuido do agressor, pediu socorro e contou que estava sendo torturada por seu então companheiro, o contabilista identificado como Marcos Emílio Alcides de Araújo, 39 anos, e afirmou para o pai que o agressor iria matar-la. Ao sair da casa, o pai da vítima foi até a delegacia e denunciou o crime.

A Polícia Civil foi até a residência, resgatou E.S.M.A, apreendeu dois celulares e prendeu o acusado em flagrante. Nos aparelhos, foram encontrados vídeos que mostram a vítima sendo torturada, de joelho, nua, amarrada em uma árvore e o agressor derramando combustível sobre ela e ameaçando atear fogo.

Durante as ameaças, a vítima teve seu cabelo cortado com uma faca e foi ameaçada de morte.  A vítima que é professora e o agressor são casados há mais de 20 anos e tem um filho maior de idade.

O acusado foi preso em flagrante dentro da residência, mas foi liberado após audiência de custódia. Ele não possui passagem pela polícia e a vítima não tinha registrado nenhum Boletim de Ocorrência contra o agressor.

Informações Meio Norte

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

error: Conteúdo protegido!!!