PIAUÍ

Mãe é espancada pelas duas filhas por causa de pensão alimentícia no Piauí

A professora sofreu várias escoriações e cortes pelo corpo e registrou um B.O.

8/09/2019 - 13:09

A professora do Ensino Infantil Sued Moreira, 47 anos, denunciou que foi brutalmente agredida pelas duas filhas no sábado (7). “Fui agredida pelas minhas duas filhas, Sumarya Pinheiro e Suzylaura Moreira, com muitos socos no rosto, puxadas de cabelo, dentadas e cuspidas”.

Sued Moreira, 47 anos – Foto: Repórter 10

A razão da brutalidade é que as duas filhas querem receber a pensão alimentícia em espécie para que as mesmas gastem conforme bem entenderem. “Minhas filhas não compreendem que a lei define a pensão como alimentícia e não “pensão-gloss”, “pensão-Caldeirão”. Elas não querem que eu faça compras, querem o dinheiro”, explica a professora e palestrante.

Com escoriações e cortes pelo corpo, Sued registrou um B.O. antes de procurar assistência médica. E deixa como advertência para as mães: “não se omitam. Vocês mães que sofrem violência de qualquer natureza pelos filhos ou parentes, denunciem. A justiça tem que começar a ser reivindicada de casa. Esse é o exemplo, é o mínimo que podemos fazer”.

A professora Sued lidera um grupo “Mães de Joelhos” na igreja Batista onde há um clamor pelo equilíbrio nas relações familiares.

Com informações são do Repórter 10

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

error: Conteúdo protegido!!!